Play Poker Online and Win Real Money.

🎥CCJ analisa autorização para jogos de azar e contribuição a sindicato

CCJ analisa autorização para jogos de azar e contribuição a sindicato

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) promove reunião nesta quarta-feira (5) para deliberar pauta com 18 itens, entre eles, o projeto que que permite legalizar jogos de azar no Brasil e a proposta que assegura ao empregado o direito efetivo de recusar a cobrança de contribuição assistencial a sindicato. A reunião começa às 10h.

Compartilhe este conteúdo no WhatsappCompartilhe este conteúdo no FacebookCompartilhe este conteúdo no TwitterCompartilhe este conteúdo no TelegramCompartilhe este conteúdo no Linkedin

Da Agência Senado | 03/06/2024, 09h28

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) promove reunião nesta quarta-feira (5) para deliberar pauta com 18 itens, entre eles, o projeto que que permite legalizar jogos de azar no Brasil e a proposta que assegura ao empregado o direito efetivo de recusar a cobrança de contribuição assistencial a sindicato. A reunião começa às 10h.

O projeto de lei (PL) 2.234/2022, da Câmara dos Deputados, autoriza o funcionamento de cassinos e bingos, legaliza o jogo do bicho e permite apostas em corridas de cavalos. A matéria chegou a constar na pauta da CCJ no mês de abril, mas teve votação adiada para que o tema fosse discutido em audiência pública.

O relator da proposição, senador Irajá (PSD-TO), ainda leu o voto favorável na reunião, o presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre (União-AP), autorizou o início da discussão do projeto, mas acabou anunciando um acordo para adiar a deliberação.

Em seu voto, o senador Irajá apresentou apenas uma emenda de redação ao texto original aprovado pelos deputados, e rejeitou quatro apresentadas na CCJ. Uma delas, do senador Carlos Viana, pretendia excluir cassinos e jogo do bicho da regulamentação.

A iniciativa autoriza a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão com pelo menos 100 quartos, restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais. O texto prevê a instalação de um cassino em cada estado e no Distrito Federal. Exceções apenas para os estados de São Paulo (três cassinos), Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará (até dois, cada um).

Caso seja aprovada, a matéria seguirá para votação em Plenário.

Contribuição assistencial

Os senadores vão analisar ainda o o projeto (PL 2.830/2019) que facilita o direito do trabalhador a se recusar a pagar a contribuição assistencial aos sindicatos. A proposta, do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), que também reduz o prazo de execução de dívida trabalhista, recebeu voto favorável do relator, o senador Rogério Marinho (PL-RN).

O texto original apenas reduzia de 45 para 15 dias o prazo para que a dívida trabalhista resultante de decisão judicial transitada em julgado seja levada a protesto, adotando o mesmo prazo já usado para débitos de natureza civil. Rogério Marinho alterou esse prazo para 35 dias e incluiu no texto, por meio de emendas, a regulamentação do direito do trabalhador à oposição à contribuição assistencial aos sindicatos.

A reforma trabalhista aprovada em 2017 extinguiu o chamado imposto sindical, pelo qual todos os trabalhadores eram obrigados a pagar um dia de salário à entidade sindical de sua categoria, mesmo que não fossem filiados. No ano passado, no entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou os sindicatos a cobrarem uma contribuição assistencial mesmo dos trabalhadores não filiados, quando autorizados por acordo ou convenção coletiva e desde que garantam aos trabalhadores o direito de se opor, isto é, de se recusar a pagar.

No entanto, o relator argumenta em seu voto que os sindicatos têm criado dificuldades para que os trabalhadores se oponham à contribuição assistencial estabelecendo prazos curtos e horários de atendimento inoportunos, exigindo comparecimento pessoal, pressionando os interessados e impondo taxas. A oposição ao pagamento, segundo o relatório, será feita de forma simplificada, podendo ser realizada até por e-mail ou WhatsApp.

A matéria será analisada em caráter terminativo e caso seja aprovada, seguirá para análise da Câmara dos Deputados desde que não haja requerimento para votação em Plenário.

Outros projetos

Também está na pauta da CCJ o PL 3.169/2023, do senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP), que exclui o crime de violação de domicílio por parte do agente de saúde que entrar em imóvel abandonado para promover ações de controle sanitário e a proposta, do senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB), que inclui os guardas municipais e os agentes de trânsito nas carreiras de segurança pública (PEC 37/2022). Os senadores podem votar ainda o PL 4.626/2020, da Câmara dos Deputados, que endurece as penas de crimes de maus-tratos e abandono de incapaz e de exposição de pessoas idosas a perigo de saúde e à integridade física ou psíquica, além do PL 3.944/2019, do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que, entre outras medidas, estabelece assistência psicológica no sistema prisional.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Os senadores vão analisar ainda o o projeto (PL 2.830/2019) que facilita o direito do trabalhador a se recusar a pagar a contribuição assistencial aos sindicatos. A proposta, do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), que também reduz o prazo de execução de dívida trabalhista, recebeu voto favorável do relator, o senador Rogério Marinho (PL-RN).

O texto original apenas reduzia de 45 para 15 dias o prazo para que a dívida trabalhista resultante de decisão judicial transitada em julgado seja levada a protesto, adotando o mesmo prazo já usado para débitos de natureza civil. Rogério Marinho alterou esse prazo para 35 dias e incluiu no texto, por meio de emendas, a regulamentação do direito do trabalhador à oposição à contribuição assistencial aos sindicatos.

A reforma trabalhista aprovada em 2017 extinguiu o chamado imposto sindical, pelo qual todos os trabalhadores eram obrigados a pagar um dia de salário à entidade sindical de sua categoria, mesmo que não fossem filiados. No ano passado, no entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou os sindicatos a cobrarem uma contribuição assistencial mesmo dos trabalhadores não filiados, quando autorizados por acordo ou convenção coletiva e desde que garantam aos trabalhadores o direito de se opor, isto é, de se recusar a pagar.

No entanto, o relator argumenta em seu voto que os sindicatos têm criado dificuldades para que os trabalhadores se oponham à contribuição assistencial estabelecendo prazos curtos e horários de atendimento inoportunos, exigindo comparecimento pessoal, pressionando os interessados e impondo taxas. A oposição ao pagamento, segundo o relatório, será feita de forma simplificada, podendo ser realizada até por e-mail ou WhatsApp.

A matéria será analisada em caráter terminativo e caso seja aprovada, seguirá para análise da Câmara dos Deputados desde que não haja requerimento para votação em Plenário.

Outros projetos

Também está na pauta da CCJ o PL 3.169/2023, do senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP), que exclui o crime de violação de domicílio por parte do agente de saúde que entrar em imóvel abandonado para promover ações de controle sanitário e a proposta, do senador Veneziano Vital do Rego (MDB-PB), que inclui os guardas municipais e os agentes de trânsito nas carreiras de segurança pública (PEC 37/2022). Os senadores podem votar ainda o PL 4.626/2020, da Câmara dos Deputados, que endurece as penas de crimes de maus-tratos e abandono de incapaz e de exposição de pessoas idosas a perigo de saúde e à integridade física ou psíquica, além do PL 3.944/2019, do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que, entre outras medidas, estabelece assistência psicológica no sistema prisional.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Saiba mais

  • Veja a pauta completa

Proposições legislativas

  • PEC 37/2022
  • PL 2830/2019
  • PL 3169/2023
  • PL 3944/2019
  • PL 4626/2020

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)Senador Astronauta Marcos PontesSenador Rogério MarinhoSenador Davi AlcolumbreSenador Styvenson ValentimSenador Rodrigo PachecoSenador IrajáJogos de azarReforma trabalhistaSindicatos IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Telegram | Linkedin

Veja também

Girão denuncia ‘manobra’ em votação apertada dos jogos de azar na CCJ

Magno Malta critica projeto sobre legalização de cassinos e bingos

CCJ aprova autorização para cassino, bingo, jogo do bicho e corrida de cavalos

CCJ realiza sabatinas para o TST e CNJ na quarta

Girão diz que CNJ persegue críticos e corrompe aposentadoria compulsória

FAQ

Posso usar software de rastreamento ou um HUD?

Posso usar software de rastreamento ou um HUD?

Não, é proibido o uso de software de terceiros.

O WPT Global é um bom site?

O WPT Global é um bom site?

WPT Global tem a reputação de ser um site de pôquer online generoso, que oferece bônus de boas-vindas substanciais e muitas promoções contínuas. O relacionamento da PokerNews com o WPT Global nos permite oferecer o melhor bônus de boas-vindas do WPT Global, por isso use sempre nossos links ao criar uma conta de pôquer online.

Quais formas de pagamento são aceitas no WPT Global?

Quais formas de pagamento são aceitas no WPT Global?

Os jogadores podem usar uma variedade de métodos de pagamento (dependendo da região), incluindo Visa, transferência bancária, NETELLER, Skrill e criptomoedas como Bitcoin, Ethereum, Litecoin e muito mais via Coinspaid e Coindirect.

Outros métodos incluem (disponíveis em algumas regiões): Interac, Muchbetter, PIX, Boleto, Ecopayz, Astropay e Luxon.

Quais são os multiplicadores do Big Bass Bonanza para cada rodada de 10 rodadas grátis reativadas?

Quais são os multiplicadores do Big Bass Bonanza para cada rodada de 10 rodadas grátis reativadas?

O primeiro retrigger dá ao wild um multiplicador de 2x, o segundo retrigger dá um multiplicador de 3x e o terceiro retrigger dá um multiplicador de 10x ao seu wild.

Como consigo a vitória máxima do Big Bass Bonanza?

Como faço para conseguir a vitória máxima do Big Bass Bonanza?

Para alcançar a vitória máxima, você precisa ativar o recurso de rodadas grátis e reativar as 10 rodadas extras três vezes, adicionando um multiplicador de 10x ao seu wild e aos seus ganhos.

Baixe o aplicativo do WPT imediatamente e comece a reproduzir. Obtenha facilmente a versão mais recente do aplicativo do WPT e aproveite uma experiência divertida de reprodução.

Este site coleta apenas artigos relacionados. Para visualizar o texto original, copie o link a seguir e abra-o CCJ analisa autorização para jogos de azar e contribuição a sindicato.

NOTÍCIAS Jogador de pôquer
Related
# Notícias Palavras-chave Link Descrição
#


Play Poker Online and Win Real Money.